Instituto de Informática realiza pesquisa que contribui para cidades inteligentes

Estudo é conduzido por mestrando francês, sob orientação do professor Valdemar Vicente Graciano

Professor francês
Valdemar, Sandramara, Jérémy, Francisco e Alexandre na Reitoria (Foto: Luiz Felipe Fernandes)

 

Um estudo realizado no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação da Universidade Federal de Goiás (UFG) pelo estudante francês Alexandre Didiér Dellécolle, da École Spéciale Militaire de Saint-Cyr, localizada em Guer, na França, investiga como especificar e simular sistemas das chamadas cidades inteligentes, para que as funcionalidades esperadas sejam ofertadas com a maior qualidade possível.

O professor do Instituto de Informática (INF), Valdemar Vicente Graciano, que orienta o mestrando, explica que a pesquisa está pautada no contexto de Sistemas-de-Sistemas, uma classe de sistemas que inclui as cidades inteligentes. "Cidades inteligentes são tecnologias disruptivas nas quais softwares são intensivamente utilizados em carros, sistemas de controle de tráfego, câmeras e sistemas baseados em sensores para modernizar e expandir o funcionamento da cidade e a experiência do cidadão. Tais tecnologias oferecem mais segurança, trânsito fluido, redução no número de colisões e diversas outras funcionalidades".

Por meio do uso de modelagem e simulação, é possível estudar, compreender e prever o comportamento e a estrutura de tais sistemas ainda em tempo do projeto. A partir dos testes realizados por Alexandre, a implantação do software seria menos arriscada, uma vez que o comportamento do sistema está sendo estudado antes de funcionar na prática. A defesa da dissertação do estudante está marcada para janeiro de 2020, na França, com participação do professor Valdemar Vicente na banca de avaliação.

Recepção

Alexandre e o professor Jérémy Buisson, também da França, foram recebidos pela vice-reitora da UFG, Sandramara Matias Chaves, no último dia 3 de outubro. A vice-reitora destacou a qualidade do ensino e da pesquisa ofertados pela instituição, além das diversas atividades culturais. O diretor de Relações Internacionais, Francisco Quaresma, reforçou a importância do intercâmbio entre instituições de outros países, sobretudo para a internacionalização da UFG. O professor Jérémy, por sua vez, fez uma breve exposição sobre a instituição em que trabalha, com destaque para o incentivo às pesquisas e à qualificação profissional.

 

Texto: Letícia Pereira
Fonte: Secom/UFG

https://jornal.ufg.br/n/120738-instituto-de-informatica-realiza-pesquisa-que-contribui-para-cidades-inteligentes