Olho na Bomba tem mais de 230 mil downloads

Na última terça-feira, (04), de dezembro, foi realizada uma coletiva de imprensa para lançar as novas funções do aplicativo “Olho na Bomba”. A coletiva de imprensa, contou com o diretor do Instituto de Informática, Sérgio Teixeira de Carvalho, o coordenador do Apoema/INF, Eliomar Araújo de Lima, e do professor Adailton Araújo, responsável pelo desenvolvimento do aplicativo.
 
Foto de coletiva de imprensa do Olho na Bomba, com a presença do professor Adailton e do diretor do INF, Sérgio Teixeira Carvalho
 
O aplicativo que é uma parceria do Ministério Público de Goiás e a UFG-INF, foi lançado para monitorar o preço dos combustíveis e agora já conta com 98% de postos cadastrados, mais de 230 mil downloads e 20 mil usuários por dia. As melhorias nessa nova versão, incluem filtro com a seleção de postos “mais caros”, “mais baratos” e “mais próximos”, quais formas de pagamento dos postos, a relação do percentual entre etanol e gasolina, automação do sistema de verificação de denúncias de postos irregulares, possibilidade de denunciar postos não cadastrados,  inclusão da opção de combustível flex e uma melhoria desempenho ao traçar rotas e buscar postos.
 
Gráfico de downloads do Olho na Bomba, chegando a 232 mil downloads
 
 
Texto: Valeska Fernandes