Conheça o projeto de Extensão "Mundo na Ponta dos Dedos"

Sob coordenação da professora Lenice Miranda, o Projeto de Extensão “Mundo na Ponta dos Dedos” é uma iniciativa do Instituto de Informática da UFG (INF) em parceria com o Centro de Educação Comunitário de Meninas e Meninos (CECOM), que tem como ação a oferta de oficinas de informática, nos níveis básico e avançado.
 
O público alvo destas oficinas é selecionado pelo CECOM, um espaço de convivência comunitária com formação socioeducacional de crianças, adolescentes, e profissionalização de famílias e desempregados, dos bairros das regiões Mendanha e Noroeste de Goiânia e dos Municípios circunvizinhos. As aulas são ministradas por alunos do INF aos sábados no Laboratório de Informática do CECOM. Neste semestre estão sendo atendidos 24 alunos, divididos em duas turmas, umas 8 às 10h e outra das 10 às 12h.
 
Monitor do INF e sua turma do projeto Mundo na Ponta dos Dedos  
 
O principal resultado esperado é fornecer o acesso à informática para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. No curso são abordados variados temas como, por exemplo, como acessar a Internet, o uso de programas nativos do Windows, como o paint e aplicativos do Pacote Office, variando do nível fácil ao avançado, dependendo da turma.   
 
Em entrevista com a coordenadora Lenice Miranda, a mesma ressalta que além da importância social com que o projeto carrega consigo, ele promove a interação alunos do INF com a docência, pois são os próprios instrutores que preparam o material didático utilizado nas oficinas, e estimula a integração dos mesmos com a sociedade. Ao total são 4 monitores, todos alunos de cursos do Instituto, que participam do projeto voluntariamente, sem qualquer tipo de remuneração.   
 
O Mundo na Ponta dos Dedos faz parte do eixo social do programa ComputAÇÃO Humana, que visa desenvolver hábitos relacionados ao bem-estar da comunidade e do meio ambiente, cultivando um olhar crítico para questões relacionadas às diferenças, à intolerância, aos preconceitos e à política. Desta forma, tenta se estabelecer não só com os alunos do INF, mas como também em docentes e servidores, uma visão humana, coletiva, consciente, ética e crítica sobre o impacto da sua atuação enquanto ser na sociedade, quanto à responsabilidade social e à vida profissional.
 
Monitor do INF sua turma do projeto Mundo na Ponta dos Dedos  
 
Texto: Mariana Moreira / João Paulo